Workshop sobre Gestão Sustentável do Turismo

A província da Huíla acolheu na cidade do Lubango, no dia 23 de Agosto de 2016, no Auditório do Governo Provincial da Huíla o Workshop sobre Gestão Sustentável do Turismo.

Com o objectivo de permitir uma discussão  sobre o turismo e contribuir para a divulgação das possibilidades existentes para o seu crescimento com um enfoque local a Fundação Eduardo dos Santos – FESA tem desenvolvido em diversas províncias workshops sobre a "Gestão Sustentável do Turismo".

O programa contou com a presença de cerca de 120 pessoas, entre eles o Governador em exercício da Província da Huíla, o Director Geral do INFOTOUR, o Director Gabinete de Estudos, Planeamento e Estatística do Ministério da Hotelaria e Turismo, estudantes do Instituto Superior Politécnico da Huíla e do Instituto Médio de Economia do Lubango e membros do Conselho de Curadores da FESA.

Para o êxito deste evento e, de modo a permitir uma profunda reflexão e ampla abordagem da temática proposta, foram convidados, três oradores, sendo um nacional e dois do Brasil.

Os trabalhos contaram com a apresentação e discussão de três temas:

      I.        “Plano Operativo do Turismo para a Diversificação da Economia 2016/17”, apresentado pelo Dr. Januário Marra - Angola

    II.        “Turismo, uma Actividade de Paz e Sustentabilidade” apresentado pelo Dr. Bayard Boiteux - Brasil

   III.        "Gestão de Agências de Viagens e Turismo" apresentado pelo Dr. George Irmes - Brasil

Algumas conclusões e recomendações resultantes do Workshop:

CONCLUSÕES:

  • O reconhecimento por parte do Executivo do papel que o sector do Turismo poderá jogar no processo de diversificação da economia, devendo implementar-se as acções propostas no Plano Operativo do Turismo para 2016/17.
  • A província da Huíla possui um potencial turístico inquestionável devendo para o efeito ser tomadas as medidas necessárias para materializar todo este potencial em benefício das comunidades e do país.
  • Para o fomento do turismo deverá ser feita uma adequação ao sistema migratório nacional por forma a facilitar o acesso dos turistas estrangeiros ao nosso país.

 RECOMENDAÇÕES:

  • Tendo em conta as ligações da FESA com instituições brasileiras no domínio do turismo, recomenda-se uma maior articulação com as instituições locais para através do Ministério da Hotelaria e Turismo serem identificadas necessidades de formação que possam ser supridas pelas instituições brasileiras.
  • Dado que se torna oportuno desenvolver o sector do turismo, todas as províncias deveriam levantar o seu potencial turístico de através da hierarquização dos atractivos turísticos para segmentar a demanda, criar a comunicação visual dos atrativos turísticos, a criação de postos de informação turística e a capacitação dos operadores turísticos e de toda a população.
  • Os participantes recomendaram igualmente uma maior integração entre os pequenos e médios empresários com as grandes unidades hoteleiras, sugerindo que o Estado deveria desenvolver uma política de incentivos fiscais para os pequenos operadores turísticos visando a melhoria do seu trabalho e para a sua consequente sobrevivência.
BIGtheme.net Joomla 3.3 Templates